Saiba o que é o bruxismo e como tratar

Tempo de leitura: 4 minutos

Mesmo tendo uma boa noite de sono, com a quantidade de horas adequadas para o descanso, há pessoas que acordam com dor de cabeça, no pescoço ou nos ombros. Nem sempre isso está relacionado com o cansaço ou a posição para dormir, mas pode ser indício de bruxismo.

Esse é um transtorno bastante comum que afeta pessoas de qualquer idade. No entanto, ele precisa ser identificado e devidamente tratado, pois traz consequências negativas para a saúde bucal.

Neste artigo explicaremos por que o bruxismo acontece e traremos mais detalhes a respeito desse transtorno. Continue lendo para saber como identificá-lo e controlá-lo.

O que é o bruxismo

O bruxismo é um transtorno de movimento que acontece de forma inconsciente e involuntária, principalmente quando dormimos. Consiste em apertar ou esfregar os dentes uns contra os outros, promovendo uma força excessiva entre eles.

Quem tem bruxismo nem sempre sabe disso, porque mesmo estando acordado fica difícil para o indivíduo perceber que está apertando ou esfregando os seus dentes.

À noite se torna ainda mais complicado notar sozinho, de modo que é bastante comum uma pessoa dormir no mesmo quarto e escutar os barulhos oriundos do atrito entre as arcadas.

Como identificar esse problema

O bruxismo é classificado como um distúrbio do sono, mas não se tem, ainda, clareza sobre o que o ocasiona.

O que se sabe é que fatores psicológicos, como a ansiedade e o estresse, tendem a intensificá-lo. Além disso, o fechamento inadequado da boca se relaciona com essa condição.

O diagnóstico é feito por meio da análise dos sintomas relatados pelo paciente e possíveis problemas que o atrito e a força excessiva já tenham ocasionado nos dentes. Alguns sintomas característicos desse distúrbio são:

  • dor de cabeça, especialmente de manhã;
  • dor de ouvido, no pescoço e nos ombros;
  • dores na mandíbula ou nos ossos e músculos da face;
  • dificuldade para abrir e fechar a boca, mastigar ou falar;
  • estalos ao movimentar o maxilar;
  • zumbido no ouvido;
  • desgaste da coroa dentária;
  • fraturas nos dentes;
  • trincas no esmalte.

Quando a pessoa tem um companheiro de quarto, ele pode relatar, também, o barulho de rangido dos dentes e estalos enquanto o indivíduo dorme.

Consequências do bruxismo

Além das dores, incômodos e desconfortos causados pelo bruxismo, esse problema traz impactos negativos para os dentes, suas estruturas de sustentação e os ossos da face.

Além do desgaste, trincas e fraturas, também existe a possibilidade de surgirem problemas na gengiva, isquemia e necrose de vasos sanguíneos ou nervos, nos casos mais graves.

Entretanto, uma complicação que exige muita atenção é o desgaste da articulação temporomandibular, que se localiza à altura do ouvido. A sobrecarga causada pelo excesso de força, com o tempo, lesiona os ossos levando a sua perda, que só pode ser tratada com cirurgia.

Pacientes que já apresentam o desgaste dessa articulação sentem fortes dores na face, têm dificuldade para mastigar alguns tipos de alimento e podem sofrer o deslocamento da mandíbula.

Tratamentos recomendados

O bruxismo é considerado uma condição crônica que não tem um tratamento específico, mas existem medidas e procedimentos que ajudam a amenizar esse problema. Uma das recomendações é mudar o estilo de vida para evitar situações estressantes e também combater a ansiedade, por meio de medicamentos ou terapia.

As placas miorrelaxantes são uma opção para minimizar a força e o atrito entre os dentes. Elas são feitas sob medida e precisam ser usadas todas as noites, já que os eventos não podem ser previstos.

Em alguns casos, existe a recomendação da aplicação de toxina botulínica para inibir a musculatura que provoca as movimentações.

Entre todos esses métodos, é adotado aquele que mais atende às necessidades de cada paciente com base na possível causa do distúrbio.

Por isso, é muito importante procurar boas clínicas e bons profissionais para, então, receber o devido atendimento e instruções sobre como conviver com o bruxismo e amenizá-lo.

Afinal, ele pode trazer consequências severas para a saúde bucal e interfere muito na qualidade de vida da pessoa, já que prejudica o sono e o descanso.

Saiba mais a respeito do tratamento do bruxismo e de outras condições que abalam a saúde bucal. Entre em contato conosco e converse com nossos especialistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *