Implante dentário pode resolver problema de dente de leite em adulto?

Tempo de leitura: 3 minutos

No processo natural da troca de dentição, por volta dos 12 ou 13 anos de idade, o indivíduo já tem todos os dentes permanentes. Mas você sabia que pessoas adultas ainda podem ter dentes de leite? Quando isso acontece, muitas vezes, é necessário realizar um tratamento odontológico, como o de implante dentário.

Neste post, explicaremos como adultos podem permanecer com os decíduos na boca, as complicações que isso pode trazer para a estética e saúde bucal e, ainda, como o implante dentário pode ser uma solução para esse problema. Continue lendo!

Por que adultos ainda podem ter dentes de leite?

Como dito, o esperado é que, até os 13 anos de idade, todos os dentes de leite tenham sido substituídos pelos permanentes. Porém, não é raro que adolescentes e adultos ainda tenham alguns desses dentes provisórios em sua boca.

Esse problema ocorre mais frequentemente quando a pessoa não tem o dente permanente. Nesse caso, não ocorre a reabsorção da raiz do dente de leite e ele não cai, tornando-se retido. O nome dado para essa condição é anodontia, ausência congênita ou agenesia.

Quais problemas essa condição pode causar?

O dente de leite na boca de um adulto, na verdade, não é um problema. Se ele estiver saudável, harmonizar com os demais dentes de acordo com a anatomia e possibilitar uma mastigação adequada, pode ser mantido durante a vida toda.

As complicações acontecem caso esse dente seja muito pequeno em relação aos permanentes e não consiga suportar o ato de mastigar. Nesse contexto, ele fica mais frágil e também pode amolecer, vindo a cair e a exigir um implante dentário.

Além disso, podem se manifestar problemas ortodônticos, porque os demais dentes sofrem uma sobrecarga por terem que suprir a função do decíduo. Quando isso ocorre, mesmo que o dente de leite esteja saudável, é recomendada a sua extração para não causar problemas à saúde bucal.

Como o implante dentário pode ajudar?

Já sabemos que é possível manter o dente de leite na boca do paciente adulto, caso esteja tudo bem. Porém, é mais comum que ele traga complicações em função da sua estrutura mais delicada do que a dos dentes permanentes.

Quando ele começa a causar problemas, seja de ordem funcional ou prejuízos estéticos que causem incômodos, o método mais indicado é a sua extração e substituição por um implante dentário.

Essa técnica consiste na implantação de uma raiz artificial diretamente no osso alveolar. Esse implante, popularmente conhecido como pino, é fabricado em material biocompatível, geralmente o titânio, e permanece fixo na boca.

Sobre essa raiz, é colocada uma coroa, que trata-se do dente artificial. Ele tem o tamanho, coloração e formato sob medida para cada paciente, de modo que harmonize perfeitamente com o restante da arcada dentária.

Dessa forma, o dente pequenino, delicado e com aspecto infantil é substituído por uma prótese totalmente fixa e que tem o total aspecto de um dente natural. Assim, o implante dentário possibilita realizar um tratamento eficaz e discreto, sem trazer nenhum prejuízo para a aparência do sorriso.

Se você já chegou à idade adulta e tem um ou mais dentes de leite, é melhor consultar um dentista. Esse profissional fará uma avaliação se é possível manter esse dente ou se o melhor seria fazer um implante dentário. De todas as formas, o importante é garantir que você tenha saúde bucal.

Saiba mais a respeito de implante dentário! Leia este outro artigo para entender como esse tratamento funciona e conhecer os seus benefícios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *