Descubra o que é bichectomia e para quais casos é indicada

Tempo de leitura: 3 minutos

Quem cuida muito dos outros pode deixar de lado o autocuidado com a estética ou saúde e afetar negativamente sua qualidade de vida. Nesse sentido, a bichectomia entra como um procedimento estético e funcional, que afina o rosto e devolve a autoestima, mas também ajuda quem morde a bochecha e provoca um trauma na região.

Ela se apresenta como uma das soluções para aqueles que se incomodam por terem bochechas grandes e volumosas. O procedimento ocorre por meio de uma cirurgia que retira as Bolas de Bichat, um tecido gorduroso localizado na bochecha.

Teve curiosidade em saber mais sobre a bichectomia? Então, continue a leitura deste post e saiba mais sobre o procedimento. Vamos lá!

Como é feito a bichectomia?

O procedimento é simples e dura entre 30 minutos a 1 hora, por isso, os pacientes recebem alta no mesmo dia.

O cirurgião-dentista responsável deve fazer a incisão de cerca de 1 a 4 cm na parte interna da boca para facilitar a localização das bolsas de gordura. Então, as Bolas de Bichat são removidas em volumes variados. Para isso é utilizada a anestesia — geralmente, local  — porém, se o paciente desejar, pode ser feito sob sedação.

Como é a recuperação?

O processo cirúrgico da bichectomia também não deixa cicatriz aparente, já que o corte é realizado na cavidade oral e a recuperação costuma ser rápida se comparada a extração de um dente siso. Normalmente, quem se dispõe a realizar esse procedimento não precisa de mais de três dias afastado do trabalho.

Nos primeiros dias é normal perceber um inchaço no rosto e pequenos hematomas. Porém, após duas semanas, já é possível notar os resultados. Nesse período, o rosto adquire uma aparência mais fina e definida e após seis meses da cirurgia o paciente percebe o resultado final.

Quando é indicado ou contraindicado?

Como todo procedimento cirúrgico, a bichectomia também tem seus riscos e, por isso, é necessário escolher bem o profissional responsável pelo processo. Dessa forma, a cirurgia é realizada de forma mais segura.

É importante também ficar de olho em todas as informações sobre o método, como as que mencionamos, a fim de avaliar os prós e contras. Um risco específico que deve ser levado em conta é a lesão do nervo responsável pela movimentação da região ou dano ao ducto parotídeo, que tem a função de levar a saliva para a boca.

Então, escolha o profissional com muita cautela para que a possibilidade de ocorrência desses erros seja minimizada. No geral, pacientes com doenças sistêmicas, cardiopatias severas, menores de idade e quem apresenta problema de coagulação não são indicados à bichectomia.

Com esses cuidados, dificilmente, seu procedimento estético de bichectomia não terá sucesso. Por isso, pesquise bem. Só assim você conseguirá o resultado almejado tal qual o de muitas pessoas famosas que se submetem a ele, como Angelina Jolie, Jennifer Aniston, Kim Kardashian e outras celebridades.

Então, o que achou do nosso artigo? Para receber mais conteúdos como este, que ajudem a melhorar sua qualidade de vida, assine nossa newsletter!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *