Doença periodontal: como evitá-las?

Tempo de leitura: 3 minutos

Um problema bucal muito sério que chega silencioso e é indolor até atingir um estágio avançado — e perigoso — é a doença periodontal, que compromete a estrutura de suporte do dente.

Causada, principalmente, pela má higienização bucal, essa doença é uma das maiores causas de perda de dente entre a população.

Acompanhe este post e entenda o que é a doença periodontal, como ela se manifesta e quais as formas de prevenção e tratamento.

O que é doença periodontal?

É a doença que atinge o periodonto, denominação para os tecidos que fixam o dente ao osso.

É um problema causado pela infecção de bactérias, que atingem os dentes quando não é feita a limpeza bucal adequada. Outros fatores de risco para a doença periodontal são fumo, estresse, diabetes, artrites reumatoides e gravidez.

Abaixo, vamos detalhar duas doenças periodontais: a gengivite e a periodontite.

O que é gengivite?

Quando a gengiva fica sensível, inflamada (mais vermelha) e sangra com facilidade é sinal de gengivite.

É o primeiro estágio da infecção: a placa bacteriana não é removida com a escovação e o uso do fio dental e fica aderida à gengiva, formando o tártaro.

Nesses casos, é comum a pessoa que usa o fio dental de vez em quando perceber o sangramento ao passar esse item, ficando receosa de continuar a limpeza bucal com ele.

Porém, o sangramento acontece justamente pela falta de uso do fio dental. Ao usar, pelo menos uma vez por dia, a tendência é que o sangramento cesse e as gengivas voltem a ficar saudáveis.

Tratamento

Ao notar a gengivite, é importante procurar o dentista que vai indicar o tratamento adequado. Geralmente, ele faz a profilaxia no consultório e raspagem do tártaro e recomenda a higienização oral completa, com o uso do fio dental, para acabar com o problema.

O que é periodontite?

Quando a gengivite não é tratada pode avançar para a periodontite: a infecção que estava na gengiva chega à estrutura de suporte do dente, um caso que precisa ser tratado o mais rápido possível.

Na periodontite, com o acúmulo de bactérias, formam-se bolsas periodontais, que acabam afastando os dentes das gengivas. Podem surgir pus entre os dentes e a gengiva, aftas e mau hálito.

O problema fragiliza todas as fibras e tecidos em volta da estrutura dental, o que pode levar à queda dos dentes.

Tratamento

O dentista faz a avaliação do problema com o exame clínico e radiografia. Após o diagnóstico da periodontite, podem ser necessários os procedimentos de raspagem e alisamento radicular.

A raspagem é feita para eliminar a placa bacteriana e o tártaro logo abaixo da linha da gengiva e da profundidade de cada bolsa periodontal. Em seguida, as superfícies da raiz do dente passam pelo processo de alisamento para que o tecido gengival consiga cicatrizar.

O dentista pode prescrever medicamentos para o controle da infecção e alívio da dor, além da recomendação da limpeza oral adequada.

Como prevenir?

Para manter seus dentes saudáveis e prevenir a doença periodontal, é imprescindível ser cuidadoso com a higienização oral.

É seguir a regra de escovar os dentes pacientemente com pasta de dente com flúor e usar o fio dental após as refeições e, principalmente, antes de dormir.

É importante também visitar o dentista a cada seis meses para que ele faça uma avaliação detalhada da sua boca, realize a limpeza (removendo a placa e o tártaro) e a aplicação do flúor.

Para uma boa saúde bucal, é necessário estar atento a qualquer sinal diferente na boca, como um simples sangramento na gengiva. Isso porque pode ser o início da doença periodontal que, caso não tratada, provoca a queda dos dentes. Fique atento à higienização bucal e consulte periodicamente o dentista!

Gostou da leitura deste post sobre saúde bucal? Caso ainda haja dúvidas sobre doença periodontal ou outros problemas orais, entre em contato com nossos profissionais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *